Make your own free website on Tripod.com
O  MANDARIM 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Um quarto de século depois de sua morte, esta é a primeira biografia de Zeferino Vaz (1908-1981), o criador de um dos principais centros de pesquisa e de ensino superior do país. O mandarim – história da infância da Unicamp resgata o período mais rico e turbulento da vida de um dos principais educadores brasileiros do século XX, os quinze anos (1966-1981) que correspondem à estruturação e consolidação da Universidade Estadual de Campinas, instituição que concentra 15% da pesquisa brasileira e 12% da pós-graduação do país. 

O livro narra a maneira como Zeferino Vaz, considerado um “homem do sistema”, valeu-se de sua proximidade com os militares para arrancar de sucessivos governos o dinheiro de que precisava para pôr de pé o seu projeto. Com idéias próprias e inovadoras, foi apoiado por uns e combatido por outros, enfrentando motins internos e, externamente, até mesmo um inquérito policial-militar.

No conturbado mundo acadêmico dos chamados “anos de chumbo”, ele permitia a livre circulação de livros marxistas e era um dos poucos a não pedir certificado ideológico aos professores que contratava, fossem brasileiros ou estrangeiros. Ao mesmo tempo, administrou como um suserano durante doze anos e só deixou o posto quando, aos 70, foi apanhado pela aposentadoria compulsória. 

Editora da Unicamp

296 páginas

1ª edição 2006

2ª edição 2007